Terça, 19 de junho de 201819/6/2018
86 9.9458-5206
Parcialmente nublado
22º
27º
29º
Teresina - PI
Erro ao processar!
Diversa empresas 728x90- GIF ATUAL 14-06-2017 - POSIÇÃO 1
SAÚDE
Maranhão é 1º na lista em casos de câncer de pênis no mundo
Muitos pacientes do estado buscam tratamento em Teresina.
Jessica Kelly
Postada em 06/06/2018 às 16h10
Maranhão é 1º na lista em casos de câncer de pênis no mundo

Maranhão tem os maiores registros de câncer de pênis no mundo, segundo uma pesquisa realizada pelo Hospital Universitário da Universidade Federal do Estado (HU-UFMA). Os dados, referentes aos anos de 2004 a 2014, revelam 392 casos da doença, sendo que mais de 90% tem relação direta com o HPV. Analises nos hospitais Universitário, Aldenora Belo e Geral Tarquinio Lopes Filho.


Gyl Eanes Barros Silva, patologista renal e chefe do Laboratório de Imunofluorescência e Microscopia Eletrônica (LIME) do Hospital Universitário, diz que muitos pacientes do estado buscam tratamento em outras grandes cidades, como, por exemplo, Teresina, no Piauí. 


“São Luís é uma cidade geograficamente isolada do resto do estado. Uma grande parte da população do Maranhão vai buscar tratamento em Teresina, Belém, Tocantins, entre outros. Ou seja, a incidência real é bem maior, mas só podemos usar o que temos registrado aqui, que já representa um número significativo. Por isso reforço que isso é só a ponta do iceberg”, afirmou. 


Conforme estudos já desenvolvidos, o câncer de pênis é motivado pela falta de higiene, fimose, infecção pelo papilomavírus humano (HPV) e uso de tabaco e comportamento sexual de risco.


“Podemos acabar ou pelo menos diminuir, caso sejam tomadas medidas preventivas, a exemplo da vacina contra o HPV. Por isso, a importância que os resultados dessa pesquisa alcancem um grande número de pessoas. A prevenção é a chave para reverter esse quadro alarmante. O HPV é o grande causador, a fimose e a falta de higiene é um fator a mais, que muito contribui também”, disse Gyl Eanes Barros Silva.


Os dados foram levantados por uma equipe formada por 12 pesquisadores entre acadêmicos, pós-graduandos e profissionais. São eles Ronald Wagner Pereira Coelho, Jaqueline Diniz Pinho, Janise Silva Moreno, Dimitrius Vidal e Oliveira Garbis, Athiene Maniva Teixeira do Nascimento, Joyce Santos Lages, José Ribamar Rodrigues Calixto, Leandra Naira Zambelli Ramalho, Antônio Augusto Moura da Silva, Leudivan Ribeiro Nogueira, Laisson de Moura Feitoza e Gyl Eanes Barros Silva.

FONTE: G1 Maranhão
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Publicidade

Publicidade

diversas 1
Facebook

Publicidade

Publicidade

nem motos segunda posição

Publicidade

Publicidade

DIVERSAS

Publicidade

Publicidade

Enquete

Nenhuma enquete cadastrada.

Publicidade

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium