domingo, 09 de dezembro de 201809/12/2018
86 9.9458-5206
Trovoadas
22º
30º
29º
Teresina - PI
Erro ao processar!
DIVERSAS EMPRESAS 728X 90 OUTUBRO
Notícias do Norte do Piauí
Notícias do Norte do Piauí

Colunista da Região Norte do Piauí

POLÍTICA
Ação pode proibir venda da carne de sol em Campo Maior e vereadores repudiam decisão
Medida pode prejudicar economia do município e preocupa vereadores de Campo Maior
Sebastião Silva Neto-Jornalista MTE/DRT-0002001/PI
Postada em 10/06/2018 às 16h48
Ação pode proibir venda da carne de sol em Campo Maior e vereadores repudiam decisão

Medida pode prejudicar economia do município e preocupa vereadores de Campo Maior

Uma ação movida pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) pode proibir a venda da carne de sol em Campo Maior. O Ministério Público entende que o produto fica exposto ao ambiente, não atende as normas de higiene e deu prazo de 30 dias para os comerciantes se adequem as normas exigidas. Para o PROCON, a carne deve ser melhor acondicionada.

 

 Na sessão plenária dessa terça-feira (08/05), os vereadores de Campo Maior se posicionaram contrários ao prazo de 30 dias estabelecidos pelo órgão e alertaram que a ação pode prejudicar a economia do município. Os parlamentares requerem uma prorrogação da data e um diálogo do Ministério Público com os comerciantes.

 

 “É importante que isso aconteça, mas é preciso de um prazo maior. Da forma que querem fazer não é o correto. A linha do Ministério Publico é dura. A qualquer momento pode chegar num desses locais e jogar a carne fora, como disse o promotor numa visita que fizemos ao Ministério Público”,  comentou o vereador Sena Rosa (PSD).

 

Medida pode prejudicar economia do município e preocupa vereadores de Campo MaiorO vereador Hamilton Segundo (PP) classificou a situação como gravíssima e defendeu a união das forças políticas, empresariais e judicial para solucionar o problema. A vereadora Silvia do Caú (PV) lembrou que a carne de sol de Campo Maior é histórica e reconhecida em todo país. O vereador Daniel Soares (PSB) disse que é agressiva a ameaça do MP de recolher a carne dos estabelecimentos.

 

 “A ação é importante, mas não pode chegar atropelando as coisas. Essa carne já é vendida há séculos e ninguém nunca morreu por consumir essa carne; ela é bem protegida pelo sal. Uma coisa é você estar dentro do gabinete com a lei e querer sua aplicação, outra é a situação real, na prática”, comentou o vereador Edvaldo Lima (SD).

 

 O presidente da Câmara, vereador Fernando Miranda (PT), afirmou que a Câmara Municipal não é contra o pedido de ajuste na comercialização do produto, mas pede razoabilidade e que o prazo seja ampliado para que seja encontrada uma solução.
FONTE: Com informações: parlamentopiaui
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Sebastião Silva Neto-Jornalista MTE/DRT-0002001/PI
Sebastião Silva Neto-Jornalista MTE/DRT-0002001/PI

Blogueiro da Região Norte do Piauí

Região Norte do Piauí - PI
(86) 9.9863-5596
www.canal121.com.br/blog-regiao-norte-do-piaui

Publicidade

Publicidade

diversas 1
Facebook

Publicidade

Publicidade

nem motos segunda posição

Publicidade

Publicidade

DIVERSAS

Publicidade

ATACADÃO AB E F. NOVA VIDA

Publicidade

Enquete

Nenhuma enquete cadastrada.

Publicidade

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium