Quarta, 12 de dezembro de 201812/12/2018
86 9.9458-5206
Muito nublado
22º
28º
30º
Teresina - PI
Erro ao processar!
DIVERSAS EMPRESAS 728X 90 OUTUBRO
ESPORTES
Em 'adeus' de Vinicius Jr, Fla bate o Paraná e garante a liderança pré- Copa
Apoiado pela torcida no Maracanã, o time rubro-negro venceu o Paraná por 2 a 0, neste domingo (10)
Jessica Kelly
Postada em 11/06/2018 às 21h54 - atualizada em 11/06/2018 às 22h13
Em 'adeus' de Vinicius Jr, Fla bate o Paraná e garante a liderança pré- Copa

O Flamengo vai à pausa para a Copa do Mundo na liderança do Brasileirão. Apoiado pela torcida no Maracanã, o time rubro-negro venceu o Paraná por 2 a 0, neste domingo (10), e assegurou a primeira colocação durante o período em que o campeonato ficará paralisado. Diego e Felipe Vizeu marcaram para o time carioca, que chegou à sua quinta vitória seguida na competição.


A partida marcou o provável adeus do atacante Vinicius Jr. Aos prontos, o jogador se despediu do torcedor rubro-negro e, apesar de não ter confirmado a saída, deve se apresentar ao Real Madrid já no segundo semestre. "É o momento mais emocionante da minha carreira. Nos próximos momentos todos saberão", disse o jogador, na saída do gramado, ao Sportv.


O jogo não foi de alto nível no Maracanã, com duas equipes sem muita inspiração. Venceu o time que teve mais iniciativa e que contou com uma dose de sorte, já que o camisa 10 do Fla teve uma ajudinha da barreira rival para marcar seu gol de falta.


Em seu primeiro toque na bola, Vizeu marcou mais um e sacramentou o triunfo. Na próxima rodada, o Flamengo visita o Palmeiras na quarta-feira (13), às 21h (horário de Brasília), no Allianz Parque. O time carioca é o líder da competição com 26 pontos - seis a mais que o segundo colocado Atlético-MG. O Paraná segue na zona do rebaixamento, em 19º lugar, com nove pontos. Seu próximo adversário é o Cruzeiro, também na quarta-feira, às 19h30.


O melhor: Diego comanda as ações: O meia rubro-negro vive bom momento. Fora da Copa do Mundo, tem feito bons jogos com a camisa vermelha e preta. Diante do Paraná, o apoiador bateu uma falta para marcar o primeiro gol, e ditou o ritmo de um Flamengo que fez a bola correr de um lado para o outro contra os paranaenses.


O pior: Henrique Dourado é peça nula: Não falta luta, transpiração, mas Henrique Dourado ainda não conseguiu mostrar um bom cartão de visitas no Flamengo. Neste domingo, o camisa 19 foi mais uma vez uma figura apagada em campo. Substituído por Vizeu, foi mais notado pelas faltas que fez do que por jogadas ou boas conclusões em gol.


Fla abre a contagem
Em um Maracanã com ótimo público, o Flamengo se viu na obrigação de buscar o gol desde o primeiro momento. O adversário, no entanto, complicou muito as ações dos donos da casa, que tiveram a bola, mas encontraram dificuldade para entrar na defesa rival.


Com paciência, o Fla girava a bola em busca de espaços, enquanto o Paraná esperava a chance de contra-atacar. Melhor em campo, o Rubro-negro foi premiado aos 20 minutos. Em falta frontal, Diego cobrou, a bola resvalou na barreira e matou
o goleiro Thiago Rodrigues. 


Ainda que os paranistas tenham se lançado um pouco mais para frente, o gol não mudou muito as características da partida, que seguiu na mesma toada e sem maiores emoções até o apito do paulista Marcelo Aparecido de Souza - exceção feita a uma bomba de Carlos que assustou Diego Alves.


Vizeu liquida a fatura: O Fla voltou com postura ainda mais cautelosa na etapa final. Com a vantagem na mão, o Rubro-negro esperou o Paraná, que não chegou a ameaçar o goleiro Diego Alves.


Com o jogo 'morno', o técnico Mauricio Barbieri colocou Arão e Vizeu em campo. E deu certo. Na primeira jogada de ambos, o volante rolou para o atacante, que só completou e saiu para festejar seu terceiro gol seguido em três jogos.


O segundo gol praticamente selou o destino do jogo. Confortável, o Flamengo fez o tempo passar e saiu apenas "na boa". O Paraná, por sua vez, correu, batalhou, mas não conseguiu diminuir o prejuízo. Festa dos quase 60 mil presentes no estádio.


Que isso, goleirão? Aos 5 minutos da etapa final, o goleiro Thiago Rodrigues teve um verdadeiro 'apagão'. O zagueiro Rayan fez um recuo, e o camisa 1 pegou a bola com as mãos. Na cobrança de dois toques dentro da área, o Fla desperdiçou excelente chance para ampliar.


Ele mesmo: Contratado como o grande craque do primeiro ano da gestão de Eduardo Bandeira de Mello, o meia Carlos Eduardo, hoje no Paraná, reencontrou o seu ex-clube. Durante 45 minutos em campo, o jogador não foi muito efetivo. Na Gávea, o jogador fez apenas um gol e fez parte do grupo que levantou a Copa do Brasil em 2013. 


Apelos: Antes de a bola rolar, a galera rubro-negra apelou pela permanência de Vinicius Jr até o final do ano. Em coro, os torcedores cantaram "Fica, Vinicius".  


Casa cheia :Já virou rotina. Jogos do Flamengo no Maracanã neste Campeonato Brasileiro são sinônimo de estádio lotado. Contra o Paraná, os rubro-negros esgotaram todos os ingressos disponíveis para seus setores e marcaram forte presença, com 59.488 presentes.


Moral: Em alta no Flamengo, Everton Ribeiro teve uma torcida especial nesta noite. No Maracanã, dois torcedores do Al-Ahli, ex-clube do camisa 7, estiveram no estádio para torcer pelo jogador. Os sauditas levaram uma bandeira com a inscrição "Rei de Dubai".


FLAMENGO 2 X 0 PARANÁ
Data/hora: 10/06/2018, às 19h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Gols: Diego, aos 20 minutos do primeiro tempo; Felipe Vizeu, aos 20 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Jean Lucas (FLA)
Cartões vermelhos:


Flamengo: Diego Alves; Rodinei, Léo Duarte, Thuler e Renê; Cuéllar, Jean Lucas (Willian Arão), Diego (Marlos), Everton Ribeiro e Vinicius Júnior; Henrique Dourado (Felipe Vizeu)
Técnico: Maurício Barbieri


Paraná: Thiago Rodrigues; Júnior, Jesiel (Neris), Rayan e Igor; Torito, Jhonny Lucas (Carlos Eduardo), Caio Henrique; Silvinho (Thiago Santos), Carlos e Léo Itaperuna
Técnico: Rogério Micale

FONTE: UOL
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium