Sábado, 18 de agosto de 201818/8/2018
86 9.9458-5206
Claro
22º
33º
35º
Teresina - PI
Erro ao processar!
EMPRESAS DIVERSA POSIÇÃO 1 - AGOSTO 2018
INTERNACIONAL
Poluição do ar matou mais de quatro milhões de pessoas em 2015, diz estudo
Pessoas que ficam expostas por um longo período de tempo a essas partículas poluentes correm risco de sofrer doenças cardíacas, AVC, câncer de pulmão e outras doenças respiratórias.
Redação
Postada em 15/02/2017 às 12h01 - atualizada em 18/02/2017 às 13h47
Poluição do ar matou mais de quatro milhões de pessoas em 2015, diz estudo

Poluição do ar matou mais de quatro milhões de pessoas em 2015

Um estudo inédito mostra que a poluição do ar matou mais de quatro milhões de pessoas em 2015. A maioria delas foi registrada na China e na Índia. O estudo foi conduzido pelo Institute for Health Metrics and Evaluation, que fica em Washington, e envolveu mais de dois mil pesquisadores. Eles usaram novas metodologias e afirmam que o número de mortes relacionados à poluição é muito maior do que o que a Organização Mundial de Saúde tinha estimado.


A China e a Índia estão no topo da lista, com mais de um milhão de mortes atribuídas à poluição só em 2015. O Brasil aparece em 10º lugar, com mais de 52 mil mortes. Os cientistas explicam que a poluição mata por causa das micropartículas que ficam no ar e entram no corpo pela respiração.


Pessoas que ficam expostas por um longo período de tempo a essas partículas poluentes correm risco de sofrer doenças cardíacas, AVC, câncer de pulmão e outras doenças respiratórias. O estudo não analisa as fontes de poluição no Brasil, mas na China e na Índia, o grande culpado é o carvão, que é usado pela indústria, para a geração de energia e para o aquecimento das casas.


O estudo afirma que para diminuir essas mortes, os governos precisam diminuir as fontes de poluição.

FONTE: Com informações do Jornal Hoje
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Publicidade

Publicidade

diversas 1
Facebook

Publicidade

Publicidade

nem motos segunda posição

Publicidade

Publicidade

DIVERSAS

Publicidade

Publicidade

Enquete

Nenhuma enquete cadastrada.

Publicidade

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium