CALÇADEIRA PÉ QUENTE
BANNER DA INTERNET - SÃO GONÇALO 2
DROGARIA ALTO - SÃO PEDRO DO PIAUÍ
DROGARIA ALTO - SÃO PEDRO DO PIAUÍ
FUNERÁRIA NOVA VIDA - TOPO
GR GÁS E ÁGUA - SÃO GONÇALO DO PIAUÍ - GASPAR
RC MOTOS - BARRO DURO - REGIS
TJR - AUTO PEÇAS - TERESINA PIAUÍ
TERIM - TOPO
MANOS GRÁFICA - TOPO
CANAL 121 - TOPO
Apresentador

Para turbinar redes, Otaviano Costa fecha com empresa de Felipe Neto

A companhia do YouTuber já assessora as mídias sociais de nomes como Giovanna Ewbank e Marta.

16/02/2020 09h41Atualizado há 1 mês
Por: Rafael Gomes
(Imagem: Divulgação)
(Imagem: Divulgação)

O ator e apresentador Otaviano Costa acaba de firmar uma parceria com a empresa Play9, do youtuber Felipe Neto, em sociedade com o ex-diretor de conteúdo da Globo João Pedro Paes Leme e do executivo Marcus Vinicius Freire. A ideia é que a Play9 fique encarregada de administrar o conteúdo de Otaviano em todas suas redes sociais, inclusive no YouTube.

Otaviano deixou a Globo no final de maio de 2019, e desde então tem marcado mais presença no mundo online. No Instagram, ele conta com mais de 7,5 milhões de seguidores. No YouTube, possui mais de 170 mil inscritos. Ele também apresentará o programa Extreme Makeover Brasil, que estreará em março.

A partir desse mês, a produção digital e os negócios do apresentador serão reformulados pela companhia. O objetivo é focar mais no entretenimento.

“A ideia é manter a minha autenticidade, trazer novos desafios, criar novos projetos, com idéias e participações relevantes e promover bem o nosso ambiente familiar. Vai ser um mix desses pilares, pensados e equilibrados de forma muito atrativa”, disse Otaviano a VEJA.

Alguns dos outros perfis de mídias sociais que contam com a parceria da Play9 são os da atriz Giovanna Ewbank e dos jogadores de futebol Marta e Vinícius Júnior. Os influenciadores apoiados pela empresa acumulam quase 80 milhões de seguidores.

“Estamos vivendo uma nova era do entretenimento, em que os artistas são muito mais donos de suas carreiras do que determinada emissora ou empresa. Aqueles que estão enxergando isso, estão saindo na frente, construindo suas histórias em plataformas como Youtube, Netflix, Amazon Prime e outras”, explicou Felipe Neto a VEJA. “Essa é uma tendência global e que já despertou a atenção de inúmeros artistas consagrados que passaram anos presos a um único veículo. É hora de mudar”, completou.

Mas essa mudança nem sempre é simples. Para João Pedro Paes Leme, o maior desafio será encontrar a forma apropriada de retratar Otaviano em cada uma de suas redes sociais. “Um comunicador como o Otaviano é uma figura de talentos múltiplos. Ele não pode ter a mesma abordagem em todas as mídias. Não engaja se for assim”, afirmou.

Com informações do Veja