Terça, 26 de Maio de 2020
86 9.9458-5206
Saúde Testes rápido

Sesapi distribui 8 mil testes rápidos para covid19 em hospitais do Piauí

De acordo com o secretário de Saúde Florentino Neto, o Piauí vai contar ainda com mais 20 mil testes, que foram adquiridos pelo Governo do Estado.

03/04/2020 22h05 Atualizada há 2 meses
Por: Redação
Testes rápidos (Imagem: Divulgação Ascom)
Testes rápidos (Imagem: Divulgação Ascom)

A Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) iniciou nesta quinta-feira (02) a distribuição dos mais de oito mil testes rápidos para identificar contaminação por coronavírus (covid-19), fornecidos pelo Ministério da Saúde. A entrega dos testes aos estados foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro na quarta-feira (01).

O material foi distribuído em hospitais da capital e de municípios do interior: Hospital da Polícia Militar (HPM), Hospital Getúlio Vargas (HGV), Instituto de Doenças Tropicais Natan Portella (HDIC), Hospital Infantil Lucídio Portella e para as dez unidades de saúde regionais do estado.

A Sesapi também distribuiu testes para a Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina e para dois hospitais que possuem convênio com a rede pública de saúde, Hospital Universitário (UFPI) e Hospital São Marcos. “O Piauí foi um dos primeiros estados do Nordeste a realizar testes para o novo coronavírus e com o aumento do número de testes vamos poder ampliar ainda mais o controle da doença, no estado”, declarou o secretário de Saúde, Florentino Neto.

De acordo com o secretário, o Piauí vai contar ainda com mais 20 mil testes, que foram adquiridos pelo Governo do Estado. “Vamos ampliar ainda mais o número de testagem, com esse lote que recebemos e com mais 20 mil testes, que foram adquiridos pelo Governo do Piauí. Vamos receber 10 mil nesta sexta-feira (03) e na terça-feira (07) chegarão outros dez mil, que serão disponibilizados também para os demais hospitais estaduais”, explicou Florentino.

Os testes rápidos, que apresentam resultado em até 20 minutos, são indicados apenas para os profissionais da área da saúde e da segurança. Eles são feitos somente após o sétimo dia do início dos sintomas de síndrome respiratória, como tosse, congestão nasal, dificuldade para respirar e dor de garganta. Este mecanismo detecta a presença de anticorpos (IgG e IgM), que são defesas produzidas pelo corpo humano contra o vírus SARS-CoV-2, que causa a Covid19.

“É um teste muito simples, que é feito mediante a coleta de uma gota de sangue do dedo da pessoa, ali é aplicado um reagente e dentro de 20 minutos se consegue perceber por este exame se efetivamente a pessoa está acometida da covid-19 ou não. Esse é um teste qualitativo para triagem e auxílio diagnóstico. Portanto, o teste deve ser usado como uma ferramenta para auxílio no diagnóstico do COVID 19. Resultados negativos não excluem a infecção por SARS CoV 2”, reforçou o secretário de Saúde.

Com informações do GP1

Ele1 - Criar site de notícias