Sexta, 03 de Julho de 2020
86 9.9458-5206
Política & Economia Aprovado no Senado

Prefeito de Teresina, Firmino Filho, diz que projeto aprovado pelo Senado vai provocar mortes

Firmino diz que o projeto provocará mais mortes.

03/05/2020 16h05
Por: Redação
Prefeito de Teresina, Firmino Filho, diz que projeto aprovado pelo Senado vai provocar mortes

O Plenário do Senado aprovou neste sábado (02) o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus. O projeto vai direcionar  R$ 125 bilhões em recursos para combater a pandemia. O total de R$ 10 bilhões irá para ações de saúde e assistência social. Os estados irão receber R$ 7 bilhões  e R$ 3 bilhões foram destinados aos municípios. 

O prefeito Firmino Filho (PSDB) reagiu de forma dura. Ele afirma que a votação seguiu critérios políticos e não técnicos. Segundo o gestor, municípios de médio e grande porte ficarão sem recursos para investimentos em medidas como a implantação de novos leitos de UTIs. 

Firmino diz que o projeto provocará mais mortes. Ele afirma que são os municípios que possuem mais leitos e que são os mais procurados pelos doentes para atendimento médico. Com o projeto, essas cidades serão as mais prejudicadas. 

O prefeito de Teresina é vice-presidente da Frente Nacional de Prefeitos. O gestor pede um diálogo técnico sobre o tema. 

“Esse projeto de lei é um absurdo. Foi uma noite mal inspirada do Senado. É mal formatado, mal discutido e vai provocar várias mortes se ficar em vigor. Ele vai aprisionar as mãos dos prefeitos. As consequências são nefastas. É importante que o Senado tenha consciência do absurdo. É um pacto político e esse pacto vai trazer efeitos danosos na nossa estratégia. Foi baseado em acordos políticos do que em critérios técnicos”, disse Firmino. 

Com informações do Cidade Verde

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias