Quarta, 08 de Julho de 2020
86 9.9458-5206
Dólar comercial R$ 5,35 -0.711%
Euro R$ 6,05 -0.313%
Peso Argentino R$ 0,08 -0.527%
Bitcoin R$ 53.275,06 -0.224%
Bovespa 99.769,88 pontos +2.05%
Economia Desemprego

Mais de 20 mil pessoas perderam o emprego no Piauí em três meses da pandemia

De março a maio, 21.101 pessoas foram desligadas dos seus postos de trabalho. Nesse período, 12.395 foram admitidas.

30/06/2020 12h57 Atualizada há 1 semana
Por: Redação

Dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Novo Caged, mostram que o mês de maio teve uma retração de 6.260 postos de trabalho no saldo de empregos com carteira assinada no Piauí.

A maioria das demissões se deve ao fechamento do comércio através das medidas de isolamento social para prevenção do coronavírus, que suprimiu oportunidades de trabalho e causou desemprego por falta de faturamento das empresas que estão fechadas, ou funcionando de forma limitada.

De março a maio, 21.101 pessoas foram desligadas dos seus postos de trabalho. Nesse período, 12.395 foram admitidas. O saldo é negativo em 8.706 empregos.

Confira os comparativos:

Dados do Brasil

O mês de maio teve uma retração de -331.901 postos de trabalho no saldo de empregos com carteira assinada no país. No mês, houve 703.921 admissões e de 1.035.822 desligamentos. Com o resultado, o acumulado do ano chegou a -1.144.875 postos formais de trabalho.

Em maio do ano passado, o saldo foi positivo, de 32.140, resultado de 1.347.304 contratações e 1.315.164 demissões. No acumulado dos primeiros cinco meses de 2019, houve 6.922.959 de admissões e 6.571.896 de desligamentos, o que resultou em 351.063 novas vagas de emprego com carteira assinada.

O saldo negativo de maio foi influenciado especialmente pela queda nas admissões (-48% em relação a maio de 2019). No entanto, em relação ao mês de abril, verificou-se um aumento de 14% na quantidade de admissões. O crescimento das admissões em maio se deu em todos os setores de atividade, mas especialmente no setor da construção (+41,5%); agricultura (+28%) e comércio (+20,7). Em relação aos desligamentos, verificou uma redução de 31,9% em relação ao mês de abril. Essa redução se deu especialmente no setor do Comércio (-36%); Indústria (-33,7%) e Serviços (-33,1%).

 

Ele1 - Criar site de notícias