Sábado, 26 de Setembro de 2020
86 9.9458-5206
Polícia Violência

Vendedora ambulante é agredida e tem banca de lanches destruída por empresária no Piauí

A vendedora e a suspeita foram levadas para a Delegacia de Bom Jesus. Um TCO foi registrado, mas a suposta agressora foi liberada.

12/09/2020 11h38 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Vendedora teve barraquinha de lanches destruída por empresária em Bom Jesus — Foto: Reprodução/Polícia Militar
Vendedora teve barraquinha de lanches destruída por empresária em Bom Jesus — Foto: Reprodução/Polícia Militar

Uma vendedora ambulante foi agredida e teve sua banca de lanches destruída por uma empresária na manhã dessa sexta-feira (11), às margens da BR-135 em Bom Jesus, Sul do Piauí. Um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi registrado na delegacia pela vítima.

A vendedora Bárbara Moreira relatou que há um ano trabalha na rodovia. Porém, no mês de julho ela começou a receber ameaças da dona de um posto de combustível para sair do lugar.

"Eu faço vendas para as oficinas e trabalhadores da região. Ela chegou com o marido dela, 'meteu' a mão nos meus seios, quando me desestabilizei e torci meu tornozelo. O marido dela tomou meu celular e o jogou no chão quando eu quis filmar a ação", relatou a vendedora.

Por causa da agressão, a ambulante teve que ser levada ao hospital devido à lesão sofrida no tornozelo.

"Eu não estava na área dela, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) já havia me falado que eu poderia ficar no local que estava, mas ela já veio me ameaçando, jogando a mesa de lanches no chão, quebrou tudo. Eu fui humilhada, estava apenas trabalhando”, desabafou Bárbara.

De acordo com o delegado Jucier do Santos, da Polícia Civil de Bom Jesus, as mulheres foram levadas pela Polícia Militar à delegacia para prestar depoimento sobre o ocorrido.

“Elas foram trazidas à delegacia, fizemos o procedimento, realizando um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por dano e lesão corporal. A empresária foi detida, mas por ser um crime de menor potencial ofensivo, ela foi liberada”, informou o delegado Jucier.

 

Ele1 - Criar site de notícias