Sábado, 26 de Setembro de 2020
86 9.9458-5206
Educação Ensino

Mais de 600 alunos do Cnec iniciam aulas na rede estadual de ensino

O Estado acolheu os alunos após fechamento de duas escolas da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade em Teresina

13/09/2020 10h54 Atualizada há 2 semanas
Por: Sebastião Silva Neto-Jornalista MTE/DRT-0002001/PI Fonte: Ascom
Mais de 600 alunos do Cnec iniciam aulas na rede estadual de ensino
Mais de 600 alunos do Cnec iniciam aulas na rede estadual de ensino

Mais um importante passo na formação de crianças e jovens foi dado nessa quarta-feira (9), com o início das aulas para mais de 600 alunos oriundos da Unidade Escolar Cenecista Popular de Teresina e do Colégio Cenecista Deputado Átila Lira, ambos vinculados à Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (Cnec). As duas instituições foram desativadas e a rede estadual está acolhendo os estudantes para que a formação não seja prejudicada com a pandemia do novo coronavírus.

Toda a equipe de ensino da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) tem se reunido nas últimas semanas para traçar um planejamento pedagógico para os estudantes das duas escolas. De acordo com Maria José Mendes, diretora da Unidade de Ensino e Aprendizagem da Seduc, “após todo o alinhamento da última sexta-feira (4), com uma reunião pedagógica, as aulas desses alunos recomeçaram com um acolhimento na rede estadual para que eles possam completar o ano letivo”.

Foram integrados à rede, 346 alunos do Ensino Fundamental, do 1º ao 9º ano, para a Unidade Escolar Gabriel Ferreira, remanejados da Unidade Escolar Cenecista Popular de Teresina; e 329 alunos, também do Ensino Fundamental do 1º ao 9º ano, foram para o Caic do Renascença, remanejados do Colégio Cenecista Deputado Átila Lira.

A professora Valmira, da disciplina de matemática, falou da ansiedade de conhecer os alunos, mas lembra que os encontros serão apenas por videoaulas e nos grupos de WhatsApp. “Eu estou disponível e vou ajudar vocês tanto nas questões das atividades, na resolução dos exercícios, como nas orientações”, disse a docente no acolhimento aos alunos.

A proposta é que os alunos possam continuar os estudos de forma remota com os recursos já utilizados na rede de ensino estadual e os impactos sejam os mínimos possíveis durante a pandemia.

 

Ele1 - Criar site de notícias