Sábado, 31 de Outubro de 2020
86 9.9458-5206
Saúde Saúde

Piauí é o estado do Nordeste com maior investimento em saúde por habitante segundo CFM

Os dados analisados correspondem a 2019. A previsão é de maiores investimentos na área nos próximos anos.

13/10/2020 14h36 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Florentino Neto (Imagem: Reprodução)
Florentino Neto (Imagem: Reprodução)

Segundo dados do Conselho Federal de Medicina (CFM) o Piauí é o estado do nordeste que mais fez investimento por habitante na área da saúde em 2019.Unindo as três esferas que foram apresentadas, federal, estadual e municipal, o estado somou um investimento de R$ 1.139,58 por habitante na área da saúde.

Em segundo lugar da região se apresenta o estado do Sergipe, seguido por Rio Grande do Norte; Alagoas; Pernambuco; Paraíba; Ceará; Bahia e Maranhão. Em nível nacional o estado aparece na 15° posição dos investimentos.

O Secretário Florentino Neto destaca que os investimentos em saúde no estado evoluíram ainda mais durante a passagem de 2019 para 2020, chegando a um nível nunca visto antes na história. “Nosso trabalho dentro da saúde do estado vem evoluindo cada vez mais, Nós já vínhamos trabalhando em investimentos antes da pandemia, e com a chegada dessa questão os investimentos aumentaram ainda mais. Além disso, temos previsões mais do que positivas  para a nossa rede, com mais investimentos, um exemplo disso é o PRO Saúde que irá melhorar ainda mais o nosso trabalho na saúde do Piauí”, destaca o secretário.

O PRO Saúde visa reestruturar toda a rede hospitalar do Piauí. O programa trabalhará com a concretização de 32 obras, com previsão de entrega até julho de 2021, melhoria da gestão dos hospitais, buscando mais eficiência e um tratamento mais humanizado ao usuário, otimização dos serviços de regulação e aquisição de equipamentos modernos para os hospitais.

“Nós esperamos ainda que, mais na frente, quando essa avaliação for feita em relação ao ano de 2020, os números do Piauí sejam ainda mais positivos, uma vez que foram feitos seguidos investimentos na nossa rede, devido a pandemia do novo coronavírus”, disse o secretário.

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias