Terça, 19 de Janeiro de 2021
86 9.9458-5206
Saúde Vacina | Covid-19

Wellington diz que vacinação no Piauí pode iniciar no dia 25 de janeiro

O chefe do executivo estadual explicou que o cronograma depende apenas da aprovação das vacinas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

09/01/2021 13h19 Atualizada há 1 semana
Por: Ruana Barbosa

O governador Wellington Dias (PT) anunciou, na manhã deste sábado (09), que a vacinação contra covid-19 no Piauí pode ter início no dia 25 de janeiro. Em um vídeo divulgado à imprensa, o chefe do executivo estadual explicou que o cronograma depende apenas da aprovação das vacinas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Wellington iniciou o vídeo se dirigindo aos piauienses e agradecendo pela colaboração de todos no cumprimento das medidas de segurança, que evitaram um maior número de casos de covid-19 e um consequente colapso na rede de saúde. “Eu agradeço a todo o povo do Piauí, pela disciplina, pelo esforço, para que a gente chegasse até aqui, em uma situação de estabilidade, sem colapso na rede hospitalar”, declarou.

O governador, que é presidente do Consórcio Nordeste, informou sobre as solicitações de autorização emergencial feitas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e pelo Butantan, para que a Anvisa aprove com urgência as vacinas Astrazeneca e Coronavac.

“Dou aqui importantes notícias, a primeira: nós tivemos grandes vitórias esta semana, a Fiocruz e o Butantan solicitaram o pedido de autorização emergencial, a Anvisa tem 10 dias e acho que até o dia 20 de janeiro a gente tem autorização para vacinação e o Ministério da Saúde fez a compra firme de vacinas, tanto do Butantan como da Fiocruz, Astrazeneca e a Coronavac”, afirmou.

Diante disso, Wellington Dias adiantou que é possível que a imunização inicie no Brasil, inclusive no Piauí, no dia 25 de janeiro. “Já tem vacina no Brasil, então é possível, após aprovação da Anvisa por volta do dia 20, talvez aí no máximo 5 dias depois, a gente já ter condições de iniciar vacinação no Piauí e no Brasil”, apontou.

Por fim, o governador pediu que os piauienses continuam colaborando, obedecendo as regras sanitárias. “Assim eu peço que da sua parte o uso da máscara, o distanciamento, evitar aglomeração, garantir a higiene das mãos, enfim, vamos juntos salvar vidas, a vacina começa muito em breve”, finalizou.

Com informações do GP1

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias