Sábado, 27 de Fevereiro de 2021
86 9.9458-5206
Polícia Ocorrência

Acusado de assalto é espancado até a morte em Povoado de Teresina

A mãe de Pedro Henrique, Adriana Passos, chegou até denunciá-lo para a PM, em uma tentativa de evitar que o jovem fosse morto por conta de seus crimes.

21/01/2021 16h13 Atualizada há 1 mês
Por: Redação

Um homem identificado como Pedro Henrique da Costa Veras, 25 anos, conhecido como "Soldado", acusado de assalto, foi espancado e executado com um disparo de arma de fogo no início da tarde desta quinta-feira (21), por volta de 13h, nas proximidades do Açude do Povoado Cerâmica Cil, na zona sul de Teresina.

Segundo o capitão Gesiel, Coordenador do Centro de Operações Policiais Militares (Copom), relatos de populares apontam que o homem praticou um crime e em seguida foi abordado e espancado por moradores da localidade. Pedro Henrique é suspeito de ter roubado uma motocicleta na madrugada de hoje e estava sendo procurado pela população na região.

“Inicialmente nos relataram que o rapaz que foi morto cometeu um crime na região. Logo em seguida ele foi agredido pelas pessoas e no meio dessa situação, alguém efetuou um disparo de arma de fogo contra ele”, informou.

Mãe denunciou o filho para não ser morto

A mãe de Pedro Henrique, Adriana Passos, chegou no local do crime chorando ao presenciar a cena de seu filho caído no chão, sem vida. Ela relatou emocionada à imprensa que tentou tirar seu filho da criminalidade de todas as formas que pôde, chegando até a denunciá-lo para a PM, em uma tentativa de evitar que o jovem fosse morto por conta de seus crimes, porém isso não ocorreu.

“Estava roubando, roubando as coisas alheias, tanto que eu disse para ele parar de roubar, mas ele continuou por causa de drogas. Ele acabou com minhas coisas, por isso eu dizia para ele parar, mas não, os colegas chegavam chamavam e ele acompanhava. Eu não podia fazer nada, ele tinha uma boa profissão, era soldador, agora acabou morrendo por causa dessa maldita droga. Eu dizia para ele que ia entregar logo para polícia e te prender para não acabar com as minhas coisas e nem roubar as coisas dos outros”, disse.

Dona Adriana também revelou que seu filho já tinha sido preso por envolvimento em um homicídio e tráfico de drogas.

Levantamentos iniciais do DHPP

O delegado Jarbas Lima, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), informou que o disparo de arma de fogo atingiu o tórax direito da vítima. A suspeita é que Pedro Henrique tenha entrado em alguma propriedade e em seguida foi alvejado.

“O rapaz foi alvejado com um tiro, provavelmente uma espingarda artesanal, na região do tórax, no lado direito. Ele ainda conseguiu correr entre 30 e 40 metros e infelizmente veio a óbito aqui. Sobre o histórico da vítima, consta que ela alcoólatra, viciada em entorpecentes e também responsável por alguns crimes na região. Suspeitamos que ele possa ter entrado em algum sítio e alguém realizou o disparo contra ele, porém só vamos ter certeza com o prosseguimento da investigação. Embaixo do corpo dele foi encontrado um facão”, pontuou.

Policiais do 17º Batalhão da Polícia Militar do Piauí (PM-PI) foram ao local e isolaram a área para que o Instituto de Medicina Legal de Teresina (IML) removesse o corpo da vítima.

 Com informações do GP1

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias