Quarta, 14 de Abril de 2021
86 9.9458-5206
Educação Educação

Mãe e filho superam dificuldades para continuar estudos na mesma escola em São Félix do Piauí

Mãe e filho que estudam na Unidade Escolar Saturnino Moura.

27/02/2021 17h50 Atualizada há 1 mês
Por: Redação
Imagem: Divulgação Ascom
Imagem: Divulgação Ascom

Bons exemplos da dedicação dos estudantes piauienses que superam adversidades são destaques em todas as regiões do Estado. Mãe e filho que estudam na Unidade Escolar Saturnino Moura, localizada em São Félix do Piauí, Vilma e Amosio Pereira, não deixam de se esforçar e vencer obstáculos para conseguir continuar estudando.

“Moramos em uma comunidade da zona rural que não tem energia elétrica, então temos que nos deslocar quatro quilômetros para ter acesso a esses recursos, em outra comunidade. Assim, pegamos os conteúdos e fazemos as atividades. Conseguimos aprender os conteúdos ano passado e a escola professores e gestores nos deram um grande ajuda, ficamos muito gratos. Hoje, já conhecemos mais sobre tecnologias e conseguimos estudar os conteúdos”, revela Vilma Pereira, que está hoje na VII Etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Uma de suas filhas estudou na mesma escola e, atualmente, cursa mestrado em Química. Seu filho, Amosio James, está na 3ª série do Ensino Médio e quer seguir o mesmo caminho. “Fomos muito estimulados a não desistir, apesar da distância e dificuldades, porque é algo que vale a pena correr atrás. Conseguimos. Foi um ano difícil, mas a escola sempre esteve com a gente”, afirma o rapaz.

A diretora da U. E. Saturnino Moura, Luciane Maria, conta que a preocupação principal é a de trazer a família para caminhar de mãos dadas com a escola, pois este é um grande passo para que as coisas aconteçam de forma efetiva. “No início da pandemia, realizamos formação com os professores sobre ferramentas como o Google Classroom, conseguindo com que o conteúdo chegasse a cerca de 85% dos alunos. Os demais estudantes receberam roteiro e material impresso, além de trabalharmos fortemente com o Canal Educação. No final de cada bimestre, fazemos uma reunião e buscamos os poucos alunos, cerca de 1,85% na última análise, que não estão conseguindo participar por meio de alguma ferramenta. Então, buscamos as famílias para mais uma vez apoiar a escola. Os resultados só têm melhorado”, completa a diretora.

Em 2021, a escola está trabalhando com aulas virtuais ao vivo e montou um estúdio em suas dependências com todas as adequações necessárias para que os professores ministrem suas aulas. A unidade também organizou horários de postagens de atividades para facilitar o estudo. Além disso, conseguiu junto à 7ª Gerência Regional de Educação (GRE) apoio psicológico para professores e alunos.

Fonte: Governo do Piauí

Ele1 - Criar site de notícias