Domingo, 18 de Abril de 2021
86 9.9458-5206
Geral Despedida

Esposa do ex-prefeito Firmino Filho se despede do marido: 'eu só queria ele de volta, vamos continuar o legado dele'

Emocionada com o carinho, a deputada estadual e esposa do ex-prefeito Firmino Filho, Lucy Soares desceu do veículo em que estava com os filhos e falou sobre o falecimento do marido.

07/04/2021 17h15 Atualizada há 1 semana
Por: Redação
Firmino Filho e Lucy Soares — Foto: Arquivo Pessoal
Firmino Filho e Lucy Soares — Foto: Arquivo Pessoal

A deputada estadual Lucy Soares (Progressistas) afirmou nessa quarta-feira (7) que vai continuar o legado do seu marido, o ex-prefeito Firmino Filho, que faleceu na terça-feira (6), após cair do prédio do Tribunal de Contas da União (TCU), na Zona Leste da capital, onde ele era servidor de carreira.

Lucy Soares se manifestou pela primeira vez sobre a morte do marido durante o cortejo realizado na manhã dessa quarta-feira. O corpo de Firmino Filho foi transportado em um carro de Corpo de Bombeiros por várias ruas de Teresina.

Durante o trajeto, o cortejo parou em frente à Prefeitura de Teresina, que Firmino comandou por 4 mandatos, e que estava repleta de servidores e políticos que foram prestar uma última homenagem. Na ocasião, duas das funcionárias mais antigas da prefeitura entregaram um coroa de flores. Logo depois, o prefeito Dr. Pessoa (MDB) também fez a entrega de uma coroa de flores.

Emocionada com o carinho, Lucy Soares desceu do veículo em que estava com os filhos e se pronunciou sobre o falecimento do marido.

“São lindas as homenagens, mas não trazem ele de volta. Eu só queria ele de volta.”, lamentou a deputada estadual.

Ela afirmou que a morte não encerra o legado de Firmino e agradeceu a todas as homenagens que estão sendo prestadas.

“Eu só quero agradecer toda a população, o povo sempre muito gentil e eu estou muito grata pelas homenagens. A luta continua, firme e forte, vamos continuar o legado dele. Vamos inaugurar as obras que ele deixou”, finalizou.

Despedida

Teresina se despede nesta quarta-feira (7) do ex-prefeito da cidade, Firmino Filho, que morreu na terça-feira (6) aos 57 anos. Um cortejo com o corpo de Firmino no carro do Corpo de Bombeiros percorre todas as zonas da capital, desde as 8h15, antes do sepultamento que acontecerá no cemitério Recanto da Saudade.

A assessoria do ex-prefeito informou que, devido à pandemia do novo coronavírus, a família decidiu seguir os protocolos de segurança - tão defendidos por Firmino Filho como gestor. Por isso o velório que iniciou à 1h de quarta-feira, na Funerária Lótus, na Avenida Miguel Rosa em Teresina, foi restrito apenas à presença da família e amigos.

Apesar do velório não ser aberto, muitos admiradores compareceram e ficaram do lado de fora da funerária para prestar a última homenagem. Muitos se emocionaram e relataram que a sensação era de incredulidade com a morte de Firmino Filho.

Cortejo

Para o cortejo foram escolhidos alguns trajetos nas quatro zonas da cidade. Apenas a Zona Rural ficou de fora. Desde o início do cortejo, por volta das 8h15, várias pessoas estão prestando as últimas homenagens.

Admiradores lançaram flores ao carro dos Bombeiros que leva o corpo do ex-prefeito. Onde o cortejo passa, o ex-prefeito é recebido com palmas e agradecimentos pelo trabalho realizado na capital. Quando o comboio passou pela sede da Fundação Municipal de Saúde, na Zona Norte, os funcionários levaram vários balões brancos.

Após o cortejo o corpo vai para o cemitério Recanto da Saudade, onde serão realizadas duas missas. O enterro está previsto para as 17h, apenas com a presença de amigos e familiares.

Teresina em luto

Muito emocionado, o vereador Evandro Hidd (PDT) afirmou que falava e se encontrava com Firmino de três a quatro vezes na semana. Ele explicou que o ex-prefeito deixa a sua paixão pela cidade como marca.

“Nasci na política nas mãos do Firmino, ele acreditou na minha caminhada. Agora fica o legado de um homem comprometido com Teresina, trabalhei junto dele, vi o amor dele pela cidade. Essa é uma perda maior para cidade”, afirmou.

Evandro Hidd ainda destacou o trabalho de Firmino Filho na pandemia, principalmente por ter sido bastante criticado após o fechamento do comércio para conter o aumento de casos.

“Ele foi uma pessoa que foi gigante nessa pandemia e que ultrapassou os limites para diminuir os prejuízos dessa doença, inclusive me disse que enterraria a sua vida pública, se fosse possível, para poder conter essa doença. Não tem um ponto dessa cidade que você olhe e não veja o Firmino”, afirmou.

Morte na capital

Seu corpo foi encontrado na entrada do prédio do Tribunal de Contas da União (TCU), na Zona Leste da capital, onde o ex-prefeito era servidor de carreira.

Segundo a assessoria de Firmino, ele teria caído do 14º andar do edifício. A informação ainda não foi confirmada pela polícia, que investiga se a causa da morte foi suicídio.

O diretor do Instituto de Medicina Legal (IML), Antônio Nunes, informou que o laudo sobre a morte será elaborado em 10 dias.

Biografia

Natural de Teresina, Firmino Filho nasceu no dia 16 de dezembro de 1963. Ele era casado com a deputada estadual Lucy Soares (Progressistas) e deixa duas filhas e um filho.

Formado em economia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), ele era economista, político filiado ao PSDB e professor da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Em 1993 assumiu a Secretaria Municipal de Finanças, quando Teresina estava sob o comando de Wall Ferraz (PSDB). Ingressou na carreira política ao ser eleito prefeito da capital pela primeira vez em 199, aos 33 anos. Firmino foi eleito outras três vezes em 2000, 2012 e 2016.

Em 2008, o economista ganhou a eleição para vereador de Teresina. Dois anos depois, em 2010, Firmino Filho foi eleito deputado estadual do Piauí. Voltou a concorrer para a prefeitura e ganhou, em 2012, sendo reeleito em 2016. No dia 1º de janeiro deste ano, Firmino Filho passou o posto para Dr. Pessoa, do MDB.

 Com informações do G1 Piauí

Ele1 - Criar site de notícias