Domingo, 09 de Maio de 2021
86 9.9458-5206
Geral Cestas Básicas

Municípios piauienses começam a receber cestas básicas para famílias carentes

O projeto ‘Prato Cheio para o Desenvolvimento’ vai beneficiar 19.758 famílias carentes de 55 cidades do Piauí que possuem o IDH muito baixo

29/04/2021 21h41
Por: Redação
Jonas Moura, ex-presidente da APPM (Imagem: Divulgação)
Jonas Moura, ex-presidente da APPM (Imagem: Divulgação)

O projeto “Municípios: Prato Cheio para o Desenvolvimento” começou a distribuir cestas básicas para 55 municípios piauienses, beneficiando 19.758 famílias carentes. A iniciativa é encabeçada pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e selecionou municípios que possuem menos de 50 mil habitantes e o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) muito baixo.

O projeto foi lançado em julho de 2020 pela CNM, a partir de uma sugestão do então presidente da APPM (Associação Piauiense de Municípios), Jonas Moura, que percebeu a situação econômica e social se agravando, principalmente nos municípios mais carentes, por conta da pandemia do coronavírus.

A CNM adotou a ideia e foi atrás de diversos parceiros pra viabilizar as doações. Foi criado um fundo financeiro para compra de itens essenciais, como alimentos e produtos de limpeza e higiene, para distribuição a famílias carentes em todo o Brasil. No dia 8 de janeiro, Jonas Moura assinou o termo de adesão confirmando que 55 municípios do Piauí seriam contemplados nas duas fases do projeto, beneficiando 19.758 famílias carentes.

A APPM, por meio do atual presidente Paulo César Morais, começou, de forma competente e transparente, a distribuir as cestas básicas na semana passada para seis municípios do Território de Desenvolvimento Planície Litorânea (Caxingó, Cocal, Cocal dos Alves, Bom Princípio do Piauí, Caraúbas do Piauí e Murici dos Portelas. Outras duas fases de entrega devem ocorrer nos próximos dias.

“É muito gratificante ver uma iniciativa que vai ajudar milhares de pessoas carente dando certo, principalmente nesse momento em que muita gente perdeu o emprego, perdeu a renda. A gente sabe que é pouco, mas se cada um fizer sua parte e também doar alimentos, podemos beneficiar mais famílias que estão precisando, que não tem o que comer. É hora de nos unirmos para levar comida a quem tem fome. Toda ajuda é válida.”, destacou Jonas Moura, que também é ex-prefeito de Água Branca.

Confira a relação dos 55 municípios do Piauí contemplados na primeira e segunda fase do projeto: São Francisco de Assis do Piauí, Caxingó, Betânia do Piauí, Cocal, Cocal dos Alves, Assunção do Piauí, Acauã, Alagoinha do Piauí, Aroeiras do Itaim, Batalha, Belém do Piauí, Bom Princípio do Piauí, Bonfim do Piauí, Brejo do Piauí, Cajueiro da Praia, Campinas do Piauí, Campo Alegre do Fidalgo, Campo Largo do Piauí, Caracol, Caraúbas do Piauí, Caridade do Piauí, Coronel José Dias, Currais, Curral Novo do Piauí, Dom Inocêncio, Domingos Mourão, Flores do Piauí, Floresta do Piauí, Gilbués, Guaribas, Itainópolis, Jacobina do Piauí, Jaicós, Joaquim Pires, Joca Marques, Lagoa Alegre, Lagoa de São Francisco, Lagoa do Barro do Piauí, Lagoa do Sítio, Luís Correia, Luzilândia, Massapê do Piauí, Miguel Alves, Morro Cabeça no Tempo, Morro do Chapéu do Piauí, Murici dos Portelas, Nossa Senhora dos Remédios, Novo Santo Antônio, Padre Marcos, Paquetá, Pau d'Arco do Piauí, Pavussu, Porto, Queimada Nova, Riacho Frio, Ribeira do Piauí, Santa Filomena, São João da Fronteira, São João do Arraial, São José do Piauí, São Miguel do Fidalgo, Sebastião Barros, Tamboril do Piauí, Vera Mendes e Wall Ferraz.

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias