Segunda, 14 de Junho de 2021
86 9.9458-5206
Geral Piauí

HGV registra queda no número de internações por Covid-19

Em um ano, o Hospital Getúlio Vargas (HGV) recebeu 1.305 pacientes na área Covid..

17/05/2021 13h18 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação Fonte: CCom
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

O Hospital Getúlio Vargas (HGV) registrou uma redução no número de internações de pacientes na área Covid. Em abril de 2021, foram registradas 222 entradas, enquanto no mês anterior foram contabilizados 239 pacientes, o que representa uma queda de 7,11%, segundo dados do 18º Informe Epidemiológico, referente ao período de abril de 2020 a abril de 2021. No período de um ano, a unidade recebeu 1.305 pacientes na área Covid.

HGV registra queda no número de internações por Covid-19
Foto: Reprodução/Secom Piauí

O Informe aponta que o mês de março de 2021 foi o mês com maior número de internações até o momento com 239 admissões na área Covid do HGV. O que representa quase 45% a mais em relação ao mês de julho de 2020, quando aconteceu o primeiro pico da pandemia.

O Boletim aponta ainda que o maior número de pacientes admitidos durante um ano foi do sexo masculino, com 58% e 42% foram do sexo feminino. A faixa etária com maior número de casos foi acima de 60 anos, com 60% das admissões.

HGV registra queda no número de internações por Covid-19
Foto: Reprodução/Secom Piauí

O diretor-geral do HGV, Osvaldo Mendes, disse que houve uma pequena redução no número de pacientes admitidos neste mês de abril, mas as medidas de proteção devem continuar, como uso de máscara, higiene das mãos e distanciamento social.

Segundo a coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente, Nirvania Carvalho, o Informe Epidemiológico do hospital é um meio de comunicação transparente para trazer à sociedade os casos de pessoas internadas na Área Covid da instituição. “O boletim mostra o perfil epidemiológico dos pacientes que foram internados na Área Covid, tanto os pacientes admitidos nas Unidades de Terapia Intensiva como nas enfermarias Covid”, explica a enfermeira.

Ele1 - Criar site de notícias