Quinta, 28 de Outubro de 2021
86 9.9458-5206
Polícia Polícia

PF é acionada após estudante acusado de estupro ser considerado foragido

A Polícia Federal emitiu alerta para aeroportos após o suspeito de estupro no Piauí ser considerado foragido

13/10/2021 08h51 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Marcos Vitor
Marcos Vitor

O Tribunal de Justiça do Piauí, por meio do juiz da Central de Inquéritos de Teresina, Valdemar Ferreira Lima, decretou a prisão preventiva do estudante de medicina Marcos Vitor Aguiar Dantas Pereira, de 22 anos, acusado de estuprar duas irmãs e duas primas menores de idade em Teresina. Agentes da Polícia Civil não localizaram o suspeito para dar cumprimento ao mandado de prisão. 

Em entrevista ao Bom Dia Meio Norte, nesta quarta-feira (13), o delegado-geral da Polícia Civil do Piauí Luccy Keiko, afirmou que desde o momento em que o mandado de prisão foi expedido contra o suspeito, a central de inteligência da Polícia Civil foi acionada assim como outras instituições de segurança, a exemplo da Polícia Federal, que também está auxiliando na busca pelo suspeito. 

A PF emitiu alerta para os aeroportos após Marcos Vitor ser considerado foragido. Na tarde de terça-feira (12), a Polícia Civil cumpriu buscas nos endereços do investigado em Manaus e Teresina, mas ele não foi localizado.

“A investigação está bem avançada, já em fase de conclusão e agora nosso objetivo é dar cumprimento ao mandado de prisão preventiva que foi expedida em desfavor do acusado. Ele não está sendo encontrado. Hoje podemos dizer que ele se encontra em local incerto. O que posso perceber é que desde o início da investigação não teve boa-fé por parte dele, pois não compareceu na delegacia para prestar informações, chegou a agendar depoimentos e não compareceu, os endereços que ele forneceu sequer foram encontrados, então não restou outra alternativa senão requerer a prisão preventiva dele, o que foi acatado pelo excelentíssimo juiz da Central de Inquéritos e agora é prendê-lo. Acredito que a defesa não vai estimula-lo a continuar fugindo e se escondendo”, declarou Luccy Keiko.

Ainda de acordo o delegado, “a população pode ficar tranquila que nós estamos fazendo todo serviço de inteligência necessário para captura-lo, inclusive, nós fizemos questão que o mandado de prisão se tornasse público”, acrescentou. 

Conforme Luccy Keiko, esse é um caso gravíssimo e atualmente os crimes contra dignidade sexual e estupro de vulnerável contra crianças e adolescentes passam por uma coleta antecipada de provas em juízos, logo essas vítimas foram ouvidas em juíza, logo a investigação está bem robusta. “Nós vamos prendê-lo e por isso estamos dando toda essa publicidade. Caso alguém tenha informação do paradeiro dele, possa denunciar através dos canais de comunicações oficiais”, pontuou. 

Com informações do MN

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias