Quarta, 01 de Dezembro de 2021
86 9.9458-5206
Geral Fiscalização

Procon fiscaliza reajuste ilegal e autua postos de combustíveis de Teresina

A ação ocorreu poucas horas depois de a Petrobras anunciar reajuste dos combustíveis nas refinarias.

26/10/2021 11h33 Atualizada há 1 mês
Por: Redação

O Programa de Proteção ao Consumidor (PROCON) no Piauí iniciou na manhã desta terça-feira (26) uma ação de fiscalização para apurar denúncias de aumento antecipado no preço dos combustíveis nos postos da capital, poucas horas depois de a Petrobras anunciar o reajuste nas refinarias. Com isso, o litro da gasolina, por exemplo, já está sendo vendido R$ 0,20 ou R$ 0,30 centavos mais caro.

Arimatéia Area Leão, chefe de fiscalização do Procon, informou que até o momento quatro postos foram autuados pela prática, acrescentando ainda que os postos com irregularidades serão devidamente autuados por prática abusiva contra o consumidor.

Entre os postos autuados está o Posto Mercury, localizado na Avenida Frei Serafim, no centro de Teresina, que reajustou o preço do litro da gasolina comum de R$ 6,59 nesta segunda para R$ 6,89 nesta terça, um aumento de R$ 0.30; e o Posto Planalto XXI, próximo à Ponte Estaiada, que foi flagrado um aumento de R$ 6,78 para R$ 7,29 no litro da gasolina, mesmo sem o reajuste da Petrobras ter chegado nos postos. Outros postos também foram autuados.

Até agora quatro postos foram autuados, o que acontece é que a partir de hoje foi divulgado que iria ocorrer um aumento nas refinarias e esses postos já estão aumentando antes mesmo de receber a mercadoria. Ou seja, estão repassando produto para o consumidor sem nem ter chegado ainda”, declarou Arimatéia Area Leão.

O órgão informou ainda que os postos que estão sendo autuados tem 15 dias para a defesa justificar essa elevação de preços.

Ele1 - Criar site de notícias