Sábado, 04 de Dezembro de 2021
86 9.9458-5206
Geral 3º BEC

Corpo de soldado do Exército de 19 anos que morreu em acidente é velado em Valença

Danilo Pereira era natural do município de Valença do Piauí e era lotado no 3º Batalhão de Engenharia de Construção (BEC), em Picos.

26/10/2021 13h48 Atualizada há 1 mês
Por: Redação
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

O velório do soldado do Exército, Danilo Pereira da Silva, de 19 anos, que morreu em acidente no Maranhão, está sendo realizado nesta terça-feira (26), no Ginásio Poliesportivo de Valença do Piauí.

Danilo Pereira era natural do município de Valença do Piauí e era lotado no 3º Batalhão de Engenharia de Construção (BEC), em Picos. Ele morreu em um acidente na BR-135, próximo a Bacabeira, na Região Metropolitana de São Luís, no estado do Maranhão. As causas do acidente ainda não foram identificadas.

O velório está sendo realizado no Ginásio Poliesportivo de Valença do Piauí. Às 16h será realizada a missa de corpo presente e logo depois acontece o enterro no cemitério São Benedito.

O acidente

O acidente aconteceu na BR-135, próximo a Bacabeira, na Região Metropolitana de São Luís, no estado do Maranhão. Ele estava no veículo do Exército com mais dois militares. Danilo morreu no local, um dos militares teve lesões graves e o outro teve lesões leves.

O tenente-coronel Bertony Matias, do 3º BEC, afirmou que os três militares estavam atuando em obras de manutenção da BR-135.

O acidente aconteceu no trajeto entre o nosso canteiro de obras até a frente de serviço onde acontece os trabalhos. Na manhã de ontem recebemos a notícia que um dos nossos caminhões, que levava três militares, veio a tombar. O motorista, o cabo Raniery, sofreu uma fratura na clavícula e no punho direito. Ele está internado na UTI de São Luís, estável e sem perigo. O soldado Nailton não teve nenhuma lesão corporal, e infelizmente perdemos o soldado Danilo Silva no local”, informou o tenente coronel Bertony Matias à TV Clube.

Ainda não se sabe as causas do acidente. “Os motivos do acidente ainda estamos apurando. Abrimos um inquérito militar ontem, que tem a previsão de 40 dias para ser encerrado. Nós mandamos um coronel daqui para conduzir as investigações”, explicou.

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por 3º BEC (@3bec_exercitobrasileiro)

Com informações do G1 Piauí

Ele1 - Criar site de notícias