Sexta, 28 de Janeiro de 2022
86 9.9458-5206
Geral Inspeção

Após desabamento em Capitólio, passeios no Cânion do Poti, no Piauí, são suspensos

Semar informou que medida é para evitar qualquer eventualidade em razão do período de chuvas.

12/01/2022 14h49 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Cânion do Rio Poti, no Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube
Cânion do Rio Poti, no Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube

A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar) comunicou através de suas redes sociais, nesta terça-feira (11), que estão suspensas todas as atividades de passeio ecoturístico do Cânion do Rio Poti, um dos pontos turísticos mais visitados do estado.

A medida, anunciada poucos dias após o deslizamento de pedras que matou sete pessoas em Capitólio (MG), vale, em especial, para o trecho que compreende o leito do rio e sobre as estruturas rochosas do local.

De acordo com o órgão, nos próximos dias será realizada uma inspeção para uma avaliação ambiental, de riscos e segurança na área. A análise será feita pela secretaria em conjunto com o Corpo de Bombeiros, o Serviço Geológico do Brasil (CRPM) e o Instituto de Desenvolvimento do Piauí.

O que aconteceu em Capitólio pode ocorrer no Piauí?

O geólogo Sidney Barros explicou ao g1 que o Cânion do Rio Poti possui rochas não tão duras quanto as em Capitólio. Entretanto, ambos apresentam falhas em suas estruturas que podem causar deslizamentos nesses locais.

“A chuva vai entrando por cima, tem a água do rio, a gravidade age e pode ocorrer o deslizamento. Existe a probabilidade de acontecer no Piauí? Existe, pode acontecer. Desabamento em cânion é um processo natural. Ele vai cair mais cedo ou mais tarde”, informou o especialista.

Porém, há medidas que podem ser tomadas para diminuir as chances que tragédias como a de Capitólio aconteçam.

“Não tem como evitar [o desabamento em si]. O que os órgãos devem fazer é um estudo geotécnico para ver se há algum alargamento nessas fraturas, se existe um bloco instável. A partir disso, deve-se tomar providências como, por exemplo, limitar o espaço para o turismo”, afirmou Sidney Barros.

Cânion do Rio Poti

O Cânion do Rio Poti fica localizado no município de Buriti dos Montes, a 230 km de Teresina. Para garantir a segurança dos turistas, todo o passeio pelo cânion é feito com coletes infláveis.

A excursão pode ser feita através de caiaques, canoas, ou lanchas com capacidade de até 10 pessoas.

Acredita-se que a paisagem tenha se formado através de uma falha geológica provocada por um terremoto há 400 milhões de anos.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Secretaria Meio Ambiente Piauí (@semarpiauioficial)

 Fonte: G1 Piauí

Ele1 - Criar site de notícias