Terça, 17 de Maio de 2022
86 9.9458-5206
Polícia Golpe

Golpistas se passam por funcionários do HUT para pedir dinheiro a pacientes e familiares

O diretor-geral do HUT alertou que o hospital faz parte do Sistema Único de Saúde (SUS) e por isso, todos os serviços prestados são gratuitos.

11/05/2022 10h23
Por: Redação

Criminosos têm se passado por médicos do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) para aplicar golpes financeiros em pacientes e familiares. De acordo com a direção da unidade, um falso funcionário por meio de ligação chegou a cobrar custos cirúrgicos de pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O caso foi denunciado pela unidade após relato de familiares dos pacientes. O diretor-geral do HUT, Fábio Marcos, alertou que o hospital faz parte do Sistema Único de Saúde (SUS) e por isso, todos os serviços prestados são gratuitos.

“O serviço do SUS tem como princípio básico a universalidade de acesso aos serviços de saúde em todos os níveis de assistência. É uma instituição pública que não cobra qualquer valor; todo serviço prestado no hospital é gratuito”, destacou.

A coordenadora da UTI geral adulto do HUT, Sílvia Alcântara, ressaltou a necessidade de ficar atento a abordagens como essas. Isso porque o hospital não faz contato telefônico com pacientes e/ou familiares para solicitar pagamento por consulta, exame, cirurgia, internação ou medicamento.

“Infelizmente, os golpistas telefonam ou mandam mensagens usando nome de profissionais do HUT pra solicitar dinheiro das pessoas, tentando se aproveitar do momento de fragilidade dos parentes de pacientes para ter sucesso no golpe”, explicou a coordenadora.

Caso alguém receba ligação com pedido de cobrança, a orientação do HUT é que não seja feito nenhum depósito ou pagamento.

O HUT informou, ainda, que cabe aos que sofreram tentativas de golpes acionar a polícia, fazendo registro formal da denúncia, e orientou que a pessoa abordada denuncie na Polícia Civil e na Ouvidoria do HUT, que atende presencialmente, pelo telefone (86) 99562-6683 ou pelo e-mail: [email protected] .

Ele1 - Criar site de notícias