FUNERÁRIA NOVA VIDA - TOPO
CANAL 121 - TOPO
JOGOS - POSIÇÃO TOPO - LINK DIRECIONADO
MANOS GRÁFICA - TOPO
TERIM - TOPO
Destaque Nacional

Reconhecido nacionalmente, CAPS de São Pedro do Piauí ganha documentário

Video mostrará como as experiências do órgão tem ressignificado a vida dos usuários

Blog do Mário Paiva

Blog do Mário PaivaBlog do Mário Paiva.

19/03/2018 08h26Atualizado há 2 anos
Por: Mário Paiva
Equipe de Brasília gravou durante três dias no município
Equipe de Brasília gravou durante três dias no município

O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de São Pedro do Piauí recebeu nos dias 15, 16 e 17 do mês em curso, uma equipe de comunicação do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (CONASEMS), oriunda de Brasília-DF. O motivo da visita foi a produção de um documentário a respeito das atividades desenvolvidas pelo CAPS no munícipio, e como essas atividades tem transformado a vida dos usuários.

O documentário é uma forma de premiação ao projeto inscrito e apresentado no ano passado no Congresso Nacional do CONASEMS. Cada Estado selecionou dez experiências exitosas na área da saúde, e dentre as dez, três foram selecionadas para representar seus respectivos Estados, no caso do Piauí, a experiência do CAPS de São Pedro do Piauí, foi selecionada em primeiro lugar, além de ter sido eleita, também em primeiro lugar, através de voto popular em Brasília, como experiência exitosa a nível nacional.

O autor do projeto, Leonel Santiago de Amorim, relata que o documentário será muito importante, pois irá mostrar ao Brasil como o CAPS de São Pedro do Piauí vem conseguindo reinserir os usuários ao convívio social e promover um tratamento menos medicamentoso, uma vez que várias terapias alternativas vêm sendo aplicadas.

“Nós tínhamos, por exemplo, um usuário que vivia trancado, quase numa prisão mesmo. Ao ser encaminhado para o CAPS de Teresina, quebrou tudo. Eles nos devolveram o usuário porque não conseguiram trata-lo. Nós o recebemos e iniciamos um acompanhamento psicológico, psiquiátrico, o inserimos em atividades físicas, atividades expressivo-corporais, artesanato, pintura, e acompanhamento com os demais profissionais da equipe, tanto com o ele quanto com a família, a fim de promover o fortalecimento do vínculo familiar. Então, esse conjunto de ações mudou sua vida. Hoje, mesmo tendo quadro de esquizofrenia, nunca mais teve surtos psicóticos, diminuímos a medicação de 16 comprimidos por dia, para 7, e percebemos a evolução na fala, no convívio social, no fortalecimento familiar, pois antes ele era agressivo e hoje tem uma relação afetuosa e de carinho com a família. Isso foi fruto do trabalho do CAPS, e é apenas um dos exemplos dentre vários outros.” Conta o psicólogo.

A jornalista Talita Carvalho, técnica do CONASEMS, integrante da equipe que está produzindo o documentário, conta que a finalidade do projeto é mostrar as experiências da saúde pública que tem dado certo, e fazer com que essas experiências exitosas sejam compartilhadas com secretários de saúde de todo o país, para que possam tomá-las como exemplo e inspiração. Talita ressalta, ainda, que esses documentários têm tido uma grande repercussão nas mídias sociais e nos eventos de saúde, e que pretendem criar uma sala de cinema para exibi-los durante o próximo congresso, que, com base nos anteriores, reunirá aproximadamente 4000 secretários de saúde.

“Nós estamos viajando o país inteiro gravando esses documentários, e eu pude perceber que São Pedro, mesmo sendo uma cidade pequena do interior do Piauí, tem uma saúde bem organizada, nós notamos isso ouvindo os depoimentos dos usuários do SUS. Nós ouvimos relatos de como esses usuários tiveram sua vida transformada. Isso é muito legal!” Conclui a jornalista.

O prefeito Junior Bill destaca que continuará dando total apoio ao projeto, uma vez que o mesmo tem mostrado excelentes resultados. “Estamos em um momento que temos tido vários cortes de recursos, mas mesmo com dificuldades e as vezes fazendo sacrifícios, vamos continuar investindo na nossa saúde!” Afirmou o gestor.

A secretária municipal de saúde, Ana Lourdes Aquino, revela que a humanização da saúde é prioridade para que se obtenha resultados efetivos. “São muitas as dificuldades, porém estamos sempre empenhados a trazer qualidade de vida, convívio social, interação, para que nossos usuários estejam inseridos na sociedade. Este é o nosso lema e será sempre nossa luta! Ao olhar cada usuário e saber que tivemos a oportunidade de ressignificar sua história temos a sensação de dever cumprido e o sentimento de que isso nos torna mais humanos e participativos nesse processo de mudança!” Declarou Ana.

O documentário será exibido na Comissão Intergestores Tripartite (CIT), que reúne o Ministério da Saúde e Secretários de Estado da diretoria do Conselho Nacional de Saúde (CONAS),  e disponibilizado no portal do CONASEMS, através do YouTube, com previsão de lançamento para Junho/Julho deste ano.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários