Sábado, 13 de Julho de 2024
21°C 35°C
Água Branca, PI
Publicidade

Blogueira do PCC é presa acusada de matar e esquartejar mulher em Teresina

Na rede social Instagram, Clarynha Sousah possui quase 5 mil seguidores, é adepta do Jogo do Tigrinho.

09/07/2024 às 09h41 Atualizada em 11/07/2024 às 11h03
Por: Redação
Compartilhe:
Foto: Reprodução/WhatsApp-Brunno Suênio
Foto: Reprodução/WhatsApp-Brunno Suênio

A blogueira Maria Clara Sousa Nunes Bezerra, mais conhecida como Clarynha Sousah, presa na manhã de segunda-feira (8) pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), acusada de matar e esquartejar Silvana Rodrigues de Sousa. Ela tem atuação bastante ativa nas redes sociais e, segundo as investigações do DHPP, se utilizava dessa posição para encobrir sua participação no núcleo da facção Primeiro Comando da Capital (PCC), na região da Vila da Guia, zona sudeste de Teresina.

Na rede social Instagram, Clarynha Sousah possui quase 5 mil seguidores, é adepta do Jogo do Tigrinho e vive uma vida social bem agitada, sobretudo, à noite, mas é considerada a "disciplina" do Primeiro Comando da Capital.

O delegado Bruno Ursulino, responsável pelas investigações, falou que Clarynha Sousah foi apontada como a peça principal do homicídio e foi, justamente, por conta de sua exposição nas redes sociais, que possibilitou aos policiais que ela fosse identificada logo no início da apuração do caso.

Os investigadores constataram que minutos após o crime, ela tirou uma foto ao lado do corpo da vítima e essa imagem, por pura vaidade, correu grupos de WhatsApp, afunilando o trabalho policial. “Hoje em dia o que eles querem é ficar ostentando e eles enxergam nessa profissão digna, diga-se de passagem, que os blogueiros e o youtuber executam, uma forma de tentar se esconder e se utilizar da boa fama, que é a social. Eles utilizam desses canais de interação para ficar tentando levantar a sua imagem perante a sociedade comum”, explicou o delegado Bruno Ursulino.

Tribunal do Crime

Segundo o delegado Bruno Ursulino, Silvana foi vítima do Tribunal do Crime do PCC, por suspeita de estar vazando informações para o Bonde dos 40, facção rival. O requinte de crueldade aplicado pelos criminosos reforça a tese do DHPP. “Os suspeitos que realizaram assassinado brutal contra ela acreditavam que a Silvana seria uma espécie de infiltrada lá dentro da região pelo fato de ela manter relações com pessoas que são ligadas a uma facção rival, e a partir dessa suspeita eles chamaram a Silvana para esse local, através dessa emboscada, e lá determinaram esse castigo”, detalhou.

Silvana foi morta por enforcamento com uma corda, que o DHPP encontrou no local do crime. “Existem sinais de que ela teria sido enforcada, muito possivelmente com uma corda, que inclusive foi recolhida junto ao local e posteriormente foi esquartejada”, completou Bruno Ursulino.

 

*Com informações do GP1

Água Branca, PI
31°
Tempo nublado

Mín. 21° Máx. 35°

30° Sensação
3.73km/h Vento
36% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h01 Nascer do sol
05h50 Pôr do sol
Dom 34° 18°
Seg 35° 18°
Ter 35° 20°
Qua 36° 18°
Qui 36° 19°
Atualizado às 13h01
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Economia
Dólar
R$ 5,43 +0,00%
Euro
R$ 5,93 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,05%
Bitcoin
R$ 337,806,07 +1,91%
Ibovespa
128,896,98 pts 0.47%
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Publicidade
Anúncio
Lenium - Criar site de notícias