FUNERÁRIA NOVA VIDA - TOPO
TERIM - TOPO
MANOS GRÁFICA - TOPO
CANAL 121 - TOPO
Agressão

Piauí | Aluna é presa após agredir e ameaçar de morte professora dentro de escola; já responde por homicídio

A Polícia Militar foi acionada e compareceu ao local, onde efetuou a prisão da aluna ainda dentro da escola.

21/03/2019 07h43Atualizado há 7 meses
Por: Redação
Momento da prisão (Imagem: Divulgação)
Momento da prisão (Imagem: Divulgação)

Uma jovem identificada como Vanessa da Rocha Oliveira, 18 anos de idade, estudante da EJA (Educação Para Jovens e Adultos) da Escola Levy Carvalho,   em José de Freitas, foi presa por policiais militares na escola em que estuda após agredir e ameaçar de morte a coordenadora daquela Unidade, a professora Maria de Nazareth Alves Ferreira Neta.

A Coordenadora confirmou as agressões, que aconteceram nesta terça-feira (19/03), e disse que tudo começou quando a aluna chegou na sala que funciona a secretaria escolar e perguntou se podia ir embora, oportunidade que foi indagada por Nazareth, o motivo para ir embora naquele horário. Vanessa teria respondido de forma grosseira e com xingamentos, chegando a afirmar que a escola tem muito barulho, sendo um inferno e não queria mais estudar na mesma. 

A coordenadora, que estava responsável pela escola, pediu para que ela se acalmasse e aguardasse a diretora, que estava em reunião, mas a aluna insistiu em permanecer na sala reservada para os professores e coordenadores. Narazeth contou que pediu para ela esperar na sala de aula, neste instante, Vanessa teria agredido a mesma com várias palavras de baixo calão, batendo inclusive a porta de forma violenta ao sair da sala, iniciando um tumulto dentro da escola.

Ao perceber que a aluna estava agressiva e desrespeitando a escola, a coordenadora foi até a sala de aula onde a mesma se encontrava, e pediu com educação para ela ir embora, pois estava alterada. Foi quando a jovem desferiu um violento soco no rosto da educadora, chegando a quebrar o óculos, iniciando uma sessão de violentos socos e chutes, a vítima ainda foi puxada pelo cabelo e jogada no piso da sala, levando vários chutes no tórax e nos seios, sendo salva das agressões por um professor e um funcionário.

A Polícia Militar foi acionada e uma guarnição do 16° batalhão compareceu ao local, onde efetuou a prisão da aluna ainda dentro do prédio escolar e em seguida conduziu a jovem para a delegacia de José de Freitas.

A coordenadora Maria de Nazareth deu entrada na urgência do Hospital Nossa Senhora do Livramento, onde passou por vários procedimentos médicos devidos as agressões e hematomas no corpo.

Vanessa Rocha responde na justiça de José de Freitas pelo crime de homicídio, que teve como vítima o próprio companheiro de nome Solimar Cardoso dos Santos, que foi morto com uma facada no peito. Na época do crime, Vanessa tinha 16 anos de idade e passou vários dias internado em um centro para menores infratores em Teresina, tendo ganhado liberdade condicional.

Com informações da Revista Opinião

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários