SLIDE 1 728x90 - AGOSTO 2019
Plenária

Plenária para discussão sobre recurso do Território Entre Rios é realizada em Água Branca

A plenária teve como objetivo estabelecer as metas do plano de ação territorial para 2019.

16/05/2019 23h08Atualizado há 3 meses
Por: Redação
Plenária Ordinária do Território Entre Rios em Água Branca (Imagem: Valdomiro Gomes/CANAL 121)
Plenária Ordinária do Território Entre Rios em Água Branca (Imagem: Valdomiro Gomes/CANAL 121)

Aconteceu na manhã desta quinta-feira (16), na sede da OAB de Água Branca, a 1ª Plenária Ordinária do Território Entre Rios de 2019. O evento é uma realização da Secretaria Executiva do Conselho de Desenvolvimento Territorial do Entre Rios e a Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan) e objetiva estabelecer as metas do plano de ação territorial para 2019.

Com a presença de representantes de vários municípios, temas como, destinação dos recursos do Orçamento anual, o Plano de Ação para a Criação dos Bancos Comunitários de Desenvolvimento, o Sistema de Inspeção Municipal e a criação do Sistema de Inspeção Territorial em forma de consórcio entre os municípios, e ainda a realização de oficinas de capacitação para técnicos dos municípios que irão fazer parte do sistema de inspeção, foram apresentados.

De acordo com a organização, 20 dos 31 municípios do território Entre Rios participaram do evento, sendo que mais de 100 conselheiros estiveram presentes.

O prefeito Jonas Moura, presidente da APPM, recepcionou os participantes e ressaltou a importância do evento. “Fico feliz em poder receber este encontro em nossa cidade, precisamos alinhar estas ações e discutir de forma efetiva temas que venham fortalecer o território e as políticas de colaboração. Somos ao todo 31 municípios e precisamos de forma dinâmica articular entre as instituições, governo e sociedade civil os projetos que impulsionam a economia, a saúde, a educação enfim todas as área”, disse.

Entre os pontos discutidos, os principais foram: a definição de prioridades para o orçamento, já municipalizado, com cerca de 1 milhão de reais por território; a necessidade da implantação do Sistema de Inspeção Municipal – SIM, através da criação de uma cooperativa que viabilizará uma estrutura mínima a ser usada por todos os municípios; e a criação dos Bancos Comunitários de Desenvolvimento

Na oportunidade, foi apresentado o Sistema de Inspeção Municipal de Água Branca pelo coordenador de vigilância sanitária Carlos André, o qual é destaque no Piauí por dinamizar e democratizar as ações de fiscalização e controle sanitário.

A contextualização foi apresentada pelo agente de desenvolvimento Avelar Almeida e foi apresentado um termo de colaboração a ser assinado por cada representante dos municípios que compõe o território.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários