Terça, 26 de Maio de 2020
86 9.9458-5206
Polícia Fogo

Mulher ateia fogo na casa de suposta amante de marido no interior do Piauí

Segundo o boletim de ocorrência, a suspeita reagiu as provocações e se deslocou até a casa de Cleide Regina, que ao vê-la, evadiu-se de sua residência.

05/11/2019 14h24 Atualizada há 7 meses
Por: Diogo Costa Fonte: Portal de Olho
Local do incêndio / Reprodução
Local do incêndio / Reprodução

Uma mulher identificada por Maria Gomes de Sousa foi presa na noite do último sábado (02/11), por atear fogo na casa da vizinha em Sigefredo Pacheco, Norte do Piauí. A casa incendiada pertence a Cleide Regina de Jesus, que seria suposta amante de marido da suspeita.

De acordo com o Sargento Hagson, comandante do Grupamento de Polícia Militar de Sigefredo Pacheco, as provocações que resultou no incêndio teriam iniciadas por um aplicativo de mensagem. "Cleide a provocava, via Whatsapp, insinuando um caso amoroso envolvendo o marido de Maria Gomes", revelou.

Segundo o boletim de ocorrência, a suspeita reagiu as provocações e se deslocou até a casa de Cleide Regina, que ao vê-la, evadiu-se de sua residência.

A mulher entrou na casa e teria ateado fogo em um colchão utilizando uma caixa de fósforo encontrada na cozinha da casa. O fogo logo se alastrou e consumiu alguns cômodos da residência, destruindo móveis e eletrodomésticos.

A polícia chegou a ser acionada e foi ao local encontrando o fogo já controlado por populares.

Durante diligência, a suspeita foi localizada pela guarnição e recebeu voz de prisão. Ela foi conduzida, juntamente com a vítima, para a 5ª Delegacia Regional de Campo Maior.

Vítima pede ajuda

Após ter a casa incendiada, Cleide Regina pede ajuda de amigos e conhecidos para reconstruir sua moradia. Ela alega que teve a estrutura da casa comprometida e a maioria dos móveis incendiado.

Ele1 - Criar site de notícias