FACULDADE UNOPAR - 04-11-2019
MANOS GRÁFICA - TOPO
CANAL 121 - TOPO
FUNERÁRIA NOVA VIDA - TOPO
TERIM - TOPO
Floriano

Usina de biodiesel de Floriano será reativada em novembro, afirma Unibras

A usina, antes controlada pela Brasil Ecodiesel, havia funcionado até abril de 2009.

05/11/2019 17h23Atualizado há 2 semanas
Por: Ilizianny de Carvalho
Foto: Secom
Foto: Secom

O prefeito Joel Rodrigues visitou, na tarde desta segunda-feira (4), o andamento das obras de reativação da usina de biodiesel de Floriano. Na companhia da secretária de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Manuela Simplício, e da secretária de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Jaqueline Monteiro, o prefeito se reuniu com os gerentes de Produção da Unibras, Anderson Langer e Tarso de César, para detalhar o processo de conclusão da obra que iniciou em julho deste ano.

A usina, antes controlada pela Brasil Ecodiesel, havia funcionado até abril de 2009, quando foi desativada. O empreendimento foi um dos pioneiros no setor e produziu 43,6 milhões de litros do combustível. Com seu fechamento, o governo buscou atrair novos investidores para solucionar o "gargalo" que ficou na economia do Estado. Agora, ela passa a ser controlada pela Unibras, empresa de Mato Grosso com 60 indústrias pelo Brasil, e já está habilitada para participar do 69º Leilão de Biodiesel, no final deste ano.

Instalada numa área de 10 hectares, a usina ainda fica localizada no bairro Nossa Senhora da Guia e deve gerar 70 empregos diretos e mais de 300 indiretos, inicialmente. Segundo Anderson Langer, gerente de Produção da UNIBRAS, a soja e o algodão serão matéria prima principal para a produção do biocombustível.

O prefeito Joel Rodrigues reconheceu o empreendimento como uma nova fase para o setor industrial de Floriano. “A usina de biodiesel é uma retomada importante que contribuirá no desenvolvimento econômico e sustentável do nosso município. Através de novas frentes de trabalho e novas tecnologias, adentramos novamente em um setor de crescimento no país. Nós estamos muito felizes em receber esse empreendimento e pelas oportunidades de emprego que já estão sendo geradas. Futuramente, acreditamos que isso poderá ser revertido até mesmo na redução do preço do diesel no Piauí, além de ser uma oportunidade de incentivar a produção de soja na região”.

Com investimentos de aproximadamente R$ 60 milhões, a inauguração da nova usina de biodiesel está marcada para o final de novembro e a expectativa é que, a partir de dezembro, sejam produzidos 250 mil litros de biodiesel por dia - cerca de 90 milhões de litros por ano. O faturamento previsto é de R$ 400 milhões por ano.

“É desenvolvimento, é oportunidade de emprego e de contribuir para o aquecimento da economia do município! Nos colocamos como parceiros para articular e buscar os incentivos necessários para que se continue gerando oportunidade e atraindo novos empreendimentos para nossa terra”, reiterou Joel.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários