CALÇADEIRA PÉ QUENTE
TERIM - TOPO
MANOS GRÁFICA - TOPO
CANAL 121 - TOPO
RC MOTOS - BARRO DURO - REGIS
BANNER DA INTERNET - SÃO GONÇALO 2
BANNER DA INTERNET - SÃO GONÇALO 1
GR GÁS E ÁGUA - SÃO GONÇALO DO PIAUÍ - GASPAR
TJR - AUTO PEÇAS - TERESINA PIAUÍ
FUNERÁRIA NOVA VIDA - TOPO
Tragédia

Avião ucraniano cai logo após decolar no Irã e deixa 176 mortos

Segundo a embaixada da Ucrânia no Irã, o Boeing 737 teria caído por causa de uma falha no motor

08/01/2020 09h05Atualizado há 3 semanas
Por: Redação
Fonte: UOL
Imagem: Rohhollah Vadati/ ISNA / AFP
Imagem: Rohhollah Vadati/ ISNA / AFP

Um avião da Ukraine International Airlines com 176 pessoas a bordo caiu hoje no Irã. O avião caiu logo após decolar do aeroporto de Teerã com destino a Kiev. A embaixada da Ucrânia no Irã disse que o Boeing 737 sofreu uma falha no motor e que o acidente não foi causado por "terrorismo". De acordo com a ISNA, agência de notícias do Irã, não há sobreviventes do acidente. As primeiras informações citavam 180 mortos no acidente.

Citando um porta-voz do Aeroporto Internacional Imã Khomeiny de Teerã, a agência oficial IRNA relatou que a bordo estavam 167 passageiros e 9 membros da tripulação. A queda da aeronave acontece horas depois de duas bases iraquianas que abrigam tropas dos EUA serem atacadas pela Guarda Revolucionária do Irã. O ataque foi uma resposta após a morte de Qassim Suleimani depois de ofensiva americana.

Por meio do Twitter, a Boeing afirmou estar ciente do acidente e que estava "coletando informações". O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse que a "embaixada está a procura de informações sobre as circunstâncias desta tragédia e a lista de mortos".

A Ukraine International Airlines não emitiu qualquer comunicado sobre o acidente. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o que seria o momento da queda do avião. É possível ver que há fogo no objeto e depois uma explosão.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários