Sexta, 03 de Julho de 2020
86 9.9458-5206
Polícia Ocorrência

Criminosos invadem Instituto e furtam 480 testes rápidos de Covid-19 em Teresina

Os testes furtados estavam sendo usados para as pesquisas domiciliares, aonde profissionais vão nas residências diagnosticar ou não o vírus.

31/05/2020 14h12 Atualizada há 1 mês
Por: Redação
Criminosos invadem Instituto e furtam 480 testes rápidos de Covid-19 em Teresina

Na madrugada da última sexta-feira (29/05), bandidos invadiram o Instituto Piauiense de Opinião Pública de Teresina - Instituto Amostragem – e furtaram cerca de 480 testes rápidos que são usados para diagnosticar pacientes com coronavírus.

O caso está sendo investigado pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO). Os testes furtados estavam sendo usados para as pesquisas domiciliares, aonde profissionais vão nas residências diagnosticar ou não o vírus.

O presidente do Instituto Amostragem, João Batista Teles, disse que a Polícia Civil o informou que o roubo teve informações privilegiadas sobre o funcionamento da casa repassadas para os assaltantes, o que, na gíria policial é chamado de parada dada.

João Batista afirmou que dois homens, vestidos de moletom com capuz chegaram à 0h20 de sexta-feira (29) em um veículo modelo Prima escuro, pularam o muro de uma casa vizinha, que está fechada e abandonada, e para terem acesso ao Instituto fizeram  um buraco no muro e entraram pela janela.

Ele afirmou que os homens fizeram questão de levantar as câmeras de segurança da sala onde os pesquisadores fazem os exames de Covid-19, que é a Sala de Pesquisa Qualitativa, “Também levantaram a câmera do pátio do instituto, arrombaram o motor do controle remoto e abriram o cadeado do portão da garagem”, declarou.

"Eles não arrombaram ou quebraram o cadeado do portão. Eles abriram o portão com a chave. À 1h36, o mesmo Prisma escuro entra de ré na garagem do instituto para levar os testes e os dois homens que estavam dentro de casa entram no carro e vão embora", falou João Batista Teles.

Os assaltantes fugiram na rua Santa Catarina, no sentido Centro-Sul.

João Batista disse que apesar da grande quantidade de testes rápidos furtados, não houve descontinuidade no trabalho das equipes que estão em campo fazendo o rastreamento em 11 municípios piauienses dos casos de Covid-19.

O Instituto Amostragem atua em parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) nas cidades de Parnaíba, Piripiri, Campo Maior, Teresina, Floriano, Valença, Oeiras, Picos, São Raimundo Nonato, Corrente e Uruçuí.

O resultado do levantamento com a aplicação dos quatro mil testes, desta quinta etapa da Pesquisa Status Sorológico do Covid-19 no Estado do Piauí será divulgado na terça-feira (2).

"Registrei o caso no 6º Distrito Policial, pedi perícia e o Greco ficará com a investigação. Não interrompeu o trabalho das equipes, pois essas já tinham saído para os municípios onde estão sendo feitos os testes", afirmou.

O coordenador do Greco, delegado Thales Gomes, disse que o caso está em investigação e denúncias da venda dos testes rápidos furtados devem ser repassadas através do 86 99991-0455 com garantia de sigilo.

Com informações do MN

Direto de Teresina
Sobre Direto de Teresina
Notícias de Teresina Piauí.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias