Terça, 24 de Novembro de 2020
86 9.9458-5206
Polícia Violência

Suspeito de atirar em PM durante assalto em hospital particular de Teresina é solto após depoimento

O suspeito usa tornozeleira eletrônica e estaria próximo ao local do crime, segundo apurou o monitoramento.

07/10/2020 08h44 Atualizada há 1 mês
Por: Redação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um dos suspeitos de atirar na cabeça de um policial militar que trabalhava como vigilante de um hospital particular na Zona Leste de Teresina foi preso nesta terça-feira (06/10). Após prestar depoimento no Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), ele foi liberado, por não haver evidências suficientes para a autuação em flagrante.

O suspeito usa tornozeleira eletrônica e estaria próximo ao local do crime, segundo apurou o monitoramento. Com ele a polícia encontrou um simulacro de arma de fogo e o caso continua sob investigação.

Sobre o caso

As imagens de uma câmera de segurança mostram o exato momento em que um policial militar é baleado durante assalto na Zona Leste de Teresina, na manhã desta terça-feira (06/10). O PM fazia um 'bico' de segurança no Hospital Plasmed, localizado na rua Helvídio Ferraz, bairro Jóquei Clube.

O policial senta num canteiro e em seguida uma dupla chega de moto. Um dos criminosos desce e, com uma arma, anuncia o assalto.

O policial reage, tem uma luta corporal e em seguida saca a sua arma, momento em que começa uma troca de tiros.

O cabo Airton cai no chão baleado na cabeça enquanto o criminoso sobe na moto e foge com o comparsa.

O cabo, que é lotado na Esquadrão Independente de Policiamento Montado da Polícia Militar do Piauí, foi levado pelo SAMU para o Hospital de Urgência de Teresina, onde permanece internado. Não há informações sobre seu estado de saúde.

Com informações do 180Graus

Direto de Teresina
Sobre Direto de Teresina
Notícias de Teresina Piauí.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias