Terça, 17 de Maio de 2022
86 9.9458-5206
Cidades Vacina

Adapi de Picos convoca criadores de bovinos e bubalinos para vacinar o rebanho contra a febre aftosa

A Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (ADAPI) de Picos, destaca, que nesta fase, deverão ser vacinados os bovinos e bubalinos de todas as idades. A aplicação da dose da vacina é de 2ml.

09/05/2022 16h06 Atualizada há 1 semana
Por: Jucelma Sales
(Foto: ADAPI / Picos)
(Foto: ADAPI / Picos)

No dia 1º de maio, iniciou-se a primeira etapa da Campanha de Vacinação contra a febre aftosa de 2022, em todo o Estado do Piauí, e o prazo se estende até 31 do corrente mês. No entanto, os produtores tem até o dia 15 de junho para fazer a certificação.

A Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (ADAPI) de Picos, destaca, que nesta fase, deverão ser vacinados os bovinos e bubalinos de todas as idades. A aplicação da dose da vacina é de 2ml.

O coordenador da USAVS e fiscal agropecuário da Adapi de Picos, Francisco Esdra, ressalta a importância de cumprir o prazo determinado para a vacinação e certificação. "Salientamos a todos os produtores, que é de extrema importante que se atente a esses prazos, porque a aquisição de vacina poderá se complicar por falta de vacinas no mercado de modo geral", disse Francisco Esdra.

Francisco Esdra, informa aos produtores que a vacina destinada ao Estado do Piauí foram apenas 1 milhão e 300 mil doses, sendo que o Estado detém um rebanho de quase 1 milhão e 800 cabeças de bovinos, e com isso, poderá ocorrer falta de vacina no marcado.

"Aqui na cidade de Picos, através das seis revendas cadastradas na Adapi e autorizadas para fazer a revenda da vacina já se encontra o material disponível, ou seja , as vacinas já existem nas casas agropecuárias, aqui da região. Orientamos os produtores, para não deixarem para amanhã ou depois, procurem fazer isso imediatamente. Façam a vacinação do rebanho e posteriormente a isso, nos informe a vacina junto aos escritórios da Adapi", frisou .

A certificação pode ser realizada presencialmente na Adapi ou de forma online. 

"O produtor que deixar de cumprir exigência legal que é amparada por lei federal e estadual na Defesa Federal de Animal de Saúde Pública vai ser penalizado", pontuou Francisco Esdra . 

Futuro livre de febre aftosa sem a necessidade de vacinar

Francisco Esdra, destaca que se o produtor vacinar e certificar o rebanho seguindo as orientações do Ministério da Agricultura , provalmevente muito em breve o Estado do Piauí será livre de febre aftosa sem a necessidade de vacinar.

"Nós vamos pleitear, futuramente em 2023 a retirada total da exigência da vacinação, ou seja, se o produtor fizer o dever de casa direitinho, vacinar seu rebanho e comprovar junto a defesa da agropecuária, nosso caso a Adapi, possivelmente e muito provavelmente em 2023, o Piauí será um Estado livre de febre aftosa sem a necessidade de vacinar". Porém,  Francisco Esdra ainda pontua que . " Para isso acontecer, o Estado deve atingir os índice preconizados pelo Ministério da Agricultura de 90% e, mediante de uma auditoria que o Ministério da Agricultura irá fazer esse ano em todo o Estado do Piauí. ", concluiu Francisco Esdra.

Com isso, o Piauí sairá de Estado livre de febre aftosa com vacinação, para livre sem obrigatoriedade de vacinar.

Picos - PI

Picos - Piauí

Sobre o município
Jucelma Sales
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias