MANOS GRÁFICA - TOPO
FUNERÁRIA NOVA VIDA - TOPO
CANAL 121 - TOPO
FACULDADE UNOPAR - 04-11-2019
TERIM - TOPO
Julgamento

Segundo acusado pela morte do professor Landel Franklin será julgado em São Pedro do Piauí

Mauro Lúcio, conhecido como Nego Mauro foi preso em Teresina

Blog do Mário Paiva

Blog do Mário PaivaBlog do Mário Paiva.

22/03/2019 11h34Atualizado há 3 meses
Por: Mário Paiva
Manifestação durante audiência do acusado Alex Santana
Manifestação durante audiência do acusado Alex Santana

Foi marcada para o dia 27 de Março a audiência de instrução e julgamento de Mauro Lúcio, vulgo Nego mauro,  suspeito de ser o mentor da morte do professor Landel Lima Frank

O professor foi abordado a 500 metros de sua casa por uma dupla de criminosos após sair da escola onde ministrava aulas em um curso técnico, os mesmos balearam Landel ao tentarem assaltá-lo. Uma semana após a morte do jovem, uma multidão tomou as ruas da cidade de São Pedro do Piauí em protesto, pedindo que o caso fosse elucidado e que o policiamento fosse reforçado na cidade, que vinha sofrendo uma onda de crimes.

lin, morto após uma tentativa de assalto no dia 25 de Setembro de 2017 em São Pedro do Piauí. Mauro foi preso em Teresina, no dia 14 de Janeiro deste ano.

"Mauro Lúcio da Silva Sousa, 36 anos, estava em via pública quando cumprimos o mandado de prisão expedido pela comarca de São Pedro. Na época, o suspeito juntamente com outro criminoso abordaram o professor que estava numa motocicleta, pediram para ele parar e o professor não obedeceu e foi atingindo por um tiro", contou o Gerente de Polícia Especializada, delegado Matheus Zanatta.

O outro acusado pelo crime, Alex Santana, preso em 31 de outubro de 2017, teve sua audiência no dia 21 de Agosto de 2018, precedida por forte comoção popular, que se reuniu em caminhada pelas ruas da cidade e protesto em frente ao fórum de São Pedro do Piauí.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários