MANOS GRÁFICA - TOPO
FACULDADE UNOPAR - 04-11-2019
CANAL 121 - TOPO
FUNERÁRIA NOVA VIDA - TOPO
TERIM - TOPO
Picos

Delegacia da Mulher registra 7 casos de violência doméstica por semana em Picos

O número de núncias está relacionado ao conscientização da sociedade.

21/08/2019 00h22Atualizado há 3 meses
Por: Jucelma Sales
Fonte: Riachão Net
Foto: Folha Atual
Foto: Folha Atual

O número de pedidos de Medidas Protetivas por parte de vítimas de violência doméstica em Picos vem crescendo gradativamente. Segundo dados divulgados pela Delegacia da Mulher nesta terça-feira (20), semanalmente, cerca de sete mulheres agredidas pelos companheiros são obrigadas a utilizar o dispositivo previsto na lei Maria da Penha.

De acordo com a delegada especializada da mulher, Laura Carneiro, o crescimento das denúncias, apesar de tímido, está relacionado ao nível de conscientização da sociedade.  “O silêncio tem que ser rompido para que os casos de violência cheguem à polícia antes que a mulher seja vítima de feminicídio.”, destaca.

Segunda a delegada, a Lei Maria da Pena trouxe muitos benefícios, entre eles, a medida protetiva. Verificada a existência de risco atual ou iminente a vida ou a integridade física da mulher em situação de violência doméstica e familiar, ou de seus dependentes, o agressor será imediatamente afastado do lar, domicílio ou local de convivência com a ofendida. E casos essa medida seja descumprida o agressor vai responder um novo processo.

Para fazer a denúncia, qualquer mulher vítima de agressão ou familiar pode comparecer às delegacias especializadas em atendimento à mulher na capital ou nas delegacias de polícia dos municípios do interior, ou ainda através do aplicativo Salve Maria, especializado para evitar violências de gênero, disponível para download nos sistemas Android e IOS.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários